A Voz da Poesia
Biblioteca da Literatura Popular (Cordel)
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
ODE A SÃO VICENTE
Senhor do céu e da terra
Eu te suplico perdão
A vossa graça eu peço
Dai-me santa inspiração
Para eu saber acolher
Vosso Filho e meu irmão

Vou vos falar de um homem
Justo, santo e paciente.
Fiel, bom e generoso.
Culto e inteligente
Amante e temente a Deus
Este homem era Vicente

Como homem ele viveu
Entre pobres e doentes
Nada queria no entanto
Socorria os indigentes
Tudo o que tinha ele dava
Confortava os maldizentes

Não quero ganhar o mundo
Ele assim falava
E o que tinha de seu
Com os pobres partilhava
Com uma palavra amiga
Ele aos tristes consolava

Aquele homem grandioso
A Jesus se ofereceu
Incansável e lutador
E a muitos converteu
Com a sabedoria divina
Que de Jesus recebeu

Foi considerado um anjo
No meio espiritual
Agia como se fosse
Anjo com porte divinal
Combateu o bom combate
Contra as forças do mal

Parece um anjo no altar
Do que um homem rezando
Por onde quer que andasse
O evangelho pregando
Anunciava o reino
A Deus glorificando

Homem meigo e sensível
E de fé inabalável
Orando e trabalhando
De forma admirável
Dizia com fé e amor
Todo mal é superável

E diante do altar
Era hábil pregador
Anunciava a Jesus
De quem era imitador
Dava preferência aos pobres
Ao humilde, ao sofredor.

Este santo valoroso
Forte, firme e consciente
Nos deixou de seu amor
Uma fecunda semente
Deus o recebeu na glória
O seu nome é São Vicente
Zé Bezerra o Águia de Prata
Enviado por Zé Bezerra o Águia de Prata em 12/12/2007
Alterado em 13/12/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Áudios Relacionados:
ODE A SÃO VICENTE - Zé Bezerra o Águia de Prata
Comentários