A Voz da Poesia
Biblioteca da Literatura Popular (Cordel)
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
VOCÊ E EU SEM NINGUÉM
Você está vivendo só
E eu sozinho também
Seu coração está vazio
E o meu só sem ninguém
Nos unindo um ao outro
o amor só nos faz bem

Fiz tudo que era preciso
Já formei meu patrimônio
Você já recebeu a graça
Que pediu a Santo Antonio
Vamos a treze de Junho
Marcar nosso matrimonio

Vamos pedir a Deus Pai
Um ano bom com fartura
Com boas perspectivas
Para toda criatura
Ano em que nossa união
Se realizará com ventura

E no seu aniversario
Será a data escolhida
Nos entregar um ao outro
Para marcarmos querida
O dia do nosso enlace
Nos tornando uma só vida

Será em treze de Maio
Consagrado à Maria
A virgem mãe de Jesus
O mês de mais alegria
Dois nos tornamos um só
Na mais perfeita harmonia

Faremos nosso juramento
Um ao outro ser fiel
Na dor ou na alegria
Tomando o vinho ou o fel
Viver todos os nossos dias
Numa só lua de mel

Não vivemos mais sozinhos
Fazemos o que nos convém
A união faz a força
Iremos até o além
Seu vazio se encheu comigo
E o meu com você também

Quando nós nos unimos
Deus nos abençoou
Hoje somos felizes
E nada mais nos faltou
Tudo que nos faltava
o nosso amor completou
Zé Bezerra o Águia de Prata
Enviado por Zé Bezerra o Águia de Prata em 24/05/2009
Alterado em 24/05/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários